Sobre

Vacina indiana 1.000% mais cara

A CPI da Covid vai apurar o contrato do governo federal para compra da vacina indiana Covaxin. A investigação mira o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Segundo o Estadão, documentos do Ministério das Relações Exteriores mostram que o governo comprou as doses por um preço 1.000% maior do que, seis meses antes, era anunciado pela própria fabricante.

A ordem para a aquisição da vacina indiana, produzida pelo laboratório Bharat Biotech, representado no Brasil pela Precisa Medicamentos, partiu pessoalmente do presidente Bolsonaro, revelam os documentos. “Nós vamos aprofundar. Nesta semana teremos um olhar especial para a negociação da Covaxin, que parece absurda sobre qualquer aspecto”, disse o relator do colegiado, Renan Calheiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings